"Gosto de observar a similaridade comportamental genética. Ambos, "pai e mãe", tinham em comum discernimento espiritual, e fé, mas não fui criada por frequentadores assíduos de igrejas ou centros, tendo, entretanto, pais que dispunham de nata confiança e observância aos mandos da doutrina cristã, que "não seguiam mas, VIVIAM".
Embora Reny(papai), com sua oratória, exercesse maior impacto público ao transcorrer sobre crenças diversas, embora tenhamos na casa paterna almas encarnadas com grande capacitação espiritista, é na família materna que percebo o tronco de minha curiosidade pelas ciências religiosas! A força de espírito da Didi(mamãe) era impressionante e de certo, além de suas experiências de vidas, muitas vidas penso eu, nela havia a hereditariedade de alguém que deve ter sido muito "fera" no tangente ao assunto DEUS. Afinal, não era idiossincrasia dela o apego à força superior que nos rege... muitos de seus irmãos eram assim.
Tenho tia com acurada desenvoltura no estudo de tudo que proporciona equilíbrio de mente, corpo e espírito, tenho primas e primos que, embora sigam crenças com distinção da minha, se empenham com maior zelo que eu, e tudo em nome de algo comum: A busca pela evolução, pelo encontro com nosso Criador original. 
Uma infância enriquecida por valores que hoje não são mais televisivos como antes, fortaleceu aquilo que já nasceu comigo. "

 
  Nome  
 
  Email  
 
  Comentário
 
   
 
  1. Joana D'Arc interpretada por Leelee Sobieski
2. Outras influências da Autora
 
 
 
 
       
   
     
                                           Divulgação Obra Expurgo  
©2012 Escritora Flávia Neves - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por M4 Comunicação